Como sair da teoria para a ação

Como sair da teoria para a ação

Você já deve ter visto algum post com 7 dicas sobre alguma coisa legal, pois é, e salvou este post também. Ótimo. Mas você colocou essa teoria em prática? Levou da ideia ou conceito para a ação? Pois deveria tentar e deveria se manter neste ritmo por pelo menos três semanas ou 21 dias que o tempo que o seu cérebro leva para assimilar e aplicar um novo hábito (segundo estudos de neurocientistas). Ação é hábito, é disciplina, é organização, planejamento sendo colocado em execução.

Então por que tanto conceito, educação, cursos, livros, palestras geram um retorno efetivo tão pequeno? A recomendação é se perguntar o “por que?” constantemente e então você encontrará o real motivo. Isso ocorre pois cada situação e razão dependem de muitas variáveis, como por exemplo empresas, pessoas, economia, cultura, concorrência interna e externa e muitas outras coisas interrelacionadas.

Vamos seguir com o exemplo do livro, você viu um livro com um título interessante e então o comprou. Porém não leu. O resultado prático será zero. Do mesmo jeito que se tivesse lido e não tivesse tentado por em prática algumas vezes com empenho o conteúdo teórico, você provavelmente voltará ao seu estado padrão de comportamento e praticará o que faz por hábito e costume.

Em muitos casos, nas empresas, novas ideias, mudanças e adaptações são criticadas por outros colaboradores. Por saberem disso (cultura antiquada, status quo) há antecipadamente um limite para a criação de novas ideias, por já saberem da poda que ocorrerá em breve, seja na ideia ou nas pessoas. Então inventar desculpas, maneiras de manter tudo ao máximo em como está ou ainda o famoso “sempre foi assim”, “não vai mudar”. Essas são das coisas mais rotineiras em diversos locais e com as mais variadas pessoas.

Fica aberto o desafio, bora para a ação? Vamos tentar algo novo? Ou então aplicar um conceito ou técnica que ainda não fora tentado antes? Tentem, errem, ajustem e tentem novamente. Vocês vão conseguir bons retornos, diferentes dos que estão acostumados por fazerem sempre as mesmas coisas do mesmo jeito.



CATEGORIAS

Inscreva-se

Cadastre-se com seu endereço de e-mail para receber novidades e atualizações.

Fale Conosco pelo WhatsApp